MENSAGEM PASTORAL Vencendo as “Jericós” de nossa vida

    “Estando Josué ao pé de Jericó, levantou os olhos e olhou... ...Respondeu o príncipe do exército do Senhor a Josué: Descalça as sandálias dos pés, porque o lugar em que estás é santo. E fez Josué assim”. (Josué 5.13-15)

     

    Ficamos imaginando a preocupação de Josué pouco antes desse encontro com Deus. Ele havia re-cebido o comando do povo de Israel das mãos do grande líder Moisés, agora já morto. Depois de qua-renta anos vagando no deserto, finalmente chegou a hora de invadir Canaã. Certamente o coração do comandante estava muito apreensivo. A responsabilidade e os desafios eram enormes. Não era só entrar na Terra Prometida e tomar posse, mas havia o desafio de vencer os povos poderosos, os gigan-tes que moravam lá. A primeira cidade a ser enfrentada, por exemplo, era uma verdadeira fortaleza. Basta dizer que existiam casas construídas sobre seus altos e largos muros. Não eram muros normais das casas de hoje que apenas separam as residências. Estudos mostram que se tratavam de muros com aproximadamen-te dez metros de altura e seis metros de largura. Para aumentar a segurança nas cidades, elas eram cercadas por dois muros, separados por um espaço de vários metros entre eles. Josué tinha muitos motivos para ficar com o coração aflito e ansioso. Como conseguir a vitória sobre uma cidade daquelas era seu grande desafio. No entanto, ele sabia desde o começo que existia alguém muito mais forte e importante do que ele no comando de todas as coisas. O Senhor Deus estava no comando de tudo aquilo. Deus disse para ele: “Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares.”(Josue 1.6-7). Portanto, Josué não era o comandante, ele era apenas o cumpridor de todas as ordenanças de Deus. Como sabemos, o sucesso foi total contra Jerico sob as orientações de Deus. Sendo assim, entende-mos que nós, como cristãos, também fazemos parte do exército de Deus. E, seja qual for nossa posição nele, devemos nos lembrar de que sempre que o nosso comandante geral, DEUS, está presente em nossos desafios, teremos sucesso na batalha. Leia: Salmos 46. Quando nutrimos o nosso coração com a verdade absoluta de que Deus está no comando das nossas vidas, conforme expressa o Apóstolo Paulo aos Gálatas, percebemos que tudo fica mais fácil, não menos desafiante. "Já estou crucificado com Cristo; e vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim." (Gálatas 2:20). Fica mais fácil educarmos os nossos filhos no caminho do Senhor, fica mais fácil lidarmos com as nossas adversidades, fica mais fácil enfrentarmos as nossas crises internas e externas, fica mais fácil lidarmos com a ingratidão e injustiça, fica mais fácil obedecermos nossos pais, nossas autoridades, porque sabemos que há um comandante vendo tudo e sabe de tudo que está acontecendo em nossas vidas. Enfim, diante das lutas, desafios e dificuldades, cabe a nós, como bons soldados de Jesus, perguntarmos ao nosso comandante quais são as ordens, as diretrizes que devemos seguir. Pois, com toda a certeza, se fizermos como Josué, não haverá Jericó e gigantes que não possa-mos vencer. Não devemos ignorar o momento religioso, moral e político/financeiro que estamos vivendo! Sa-bemos que essas crises, gigantes e “Jericós” são realidades presentes hoje e que, afetam tanto os ímpios como os cristãos. Isso porque, não é pelo fato de sermos cristãos que estamos imunes de so-frermos as consequências do pecado de uma nação que se extravia do propósito de Deus. Contudo, em todos os momentos e em todas as circunstancias temos uma âncora e um porto seguro que está co-nosco, o nosso general, o Deus Emanuel - Deus conosco! "Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?" ( Rm 8:31). Deus nos abençoe!

    facebook