MENSAGEM PASTORAL Que fazer diante da adversidade?

    Todos nós enfrentamos adversidades nesta vida. Uns reagem com maturidade, outros, não. Alguns dão grande testemunho no meio do temporal, outros, não. Na carta “Aos Filipenses”, Paulo dá a receita de como enfrentar as adversidades. O contexto apresenta o apóstolo preso e, mesmo assim, escreve uma carta que muitos a denominam “Carta da Alegria”. Paulo ensina como enfrentar as lutas. Todas as referências são da carta. 1. Tenha consciência de quem você é a quem você pertence – 1.1-2. 2. Seja agradecido independente das circunstâncias – 1.3-10. 3. Apresente motivos de oração com valores eternos – 1.9-11. 4. Saiba que tudo que acontece com a gente contribui para o nosso bem – 1.12- 14. 5. Não julgue os outros precipitadamente – 1.15-20. 6. Reafirme valores eternos – 1.21-30. 7. Respeite e valorize ainda mais o seu semelhante – 2.3-12. 8. Saiba que Deus está no controle absoluto de tudo – 2.13. 9. Não murmure, testemunhe – 2.14-23. 10. Sinta a dor do outro, mesmo que a sua seja muito intensa – 2.24-30. 11. Reavalie seus valores e suas verdadeiras motivações na vida – 3.1-12. 12. Não deixe o passado dominar você, viva o presente e tenha esperança no futuro – 3.13-21. 13. Mantenha sempre a alegria – 4.4. 14. Confie tudo a Deus em oração – 4.6-7. 15. Não negocie valores éticos – 4.8-9. 16º – Aprenda a se contentar com a situação – 4.10-17. 16. Creia que Deus suprirá todas as nossas necessidades (não vontades) – 4.19- 23. 17. Alimente a esperança do céu – 3.20-21. Quais são nossas atitudes quando surge um problema em nossa vida? Como normalmente você age quando surge uma dor? Quase sempre passa a lamentar? Hoje, aprendemos com quem muito sofreu que podemos agir diferente. A partir de agora, se ainda não faz, aja assim. 

    facebook